Traumatologia e Ortopedia
Discussão de casos, questões e dúvidas em tratamentos, com dicas de prova para o TEOT.

 

 
Search

 Torcicolo congênito 
Torcicolo congênito
muscular ...

Definição

Expressão clínica de uma alteração primaria no músculo esternocleidomastóideo caracterizada por inclinação da cabeça para o lado acometido e rotação do mento para o lado contralateral.


Epidemiologia (Incidência, Sexo, Idade, Lado, Bilateralidade, Fatores de Risco)

1:250
É a causa mais comum de torcicolo na criança pequena.
A lesão do lado direito (=pseudoartrose cong clavícula) ocorre em 75% das crianças.
Associado com até 20% displasia do desenvolvimento do quadril dos pacientes, MTT aduto, pé equinovaro
Primipara, apresentação pélvica.


Etiologia / Fisiopatologia

Não se sabe exatamente a causa.
Teorias  síndrome compartimental do esternocleidomastóideo durante o parto; compressão intra-útero; neurogênica, obstrução venosa: fibrose em pouca quantidade na inserção esternal


Quadro Clínico e exame Físico

Histórico do nascimento.
Diagnosticado freqüentemente de 6 a 8 semanas.
Tumor poda ser palpado sob a pele como uma massa não dolorosa, dentro do ventre do esternocleidomastóideo, atingindo seu tamanho máximo dentro das quatro primeiras semanas de vida retrocedendo gradualmente, mas 80% passa despercebido. Após quatro a seis meses a contratura e o torcicolo são os únicos achados clínicos.
Em algumas crianças a deformidade não é notada até um ano de vida.
Se a deformidade for progressiva podem aparecer deformidades da face e crânio (plagiocefalia).


Imagem

Radiografia de coluna cervical deve ser solicitada para descartar outras anomalias congênitas associadas. Se houver suspeita, radiografia ou ultra-sonografia dos quadris deve ser solicitada.
Ressonância magnética pode evidenciar sinais anormais mas não massa no esternocleidomastóideo. Há espessamento do músculo e nos pacientes mais velhos há atrofia e fibrose.


Classificação

Não encontrada.


Diagnóstico Diferencial

Klippel-Feil
Instabilidade rotatória.
Síndrome de Grisel (sub-luxação espontânea atlanto-axial com inflamação nos tecidos adjacentes do pescoço, freqüentemente associada a IVAS).
Sprengel
Torcicolos neurogênicos (tu fossa posterior, siringomielia, disfunção ocular, malformação Arnold-Chiari).


Tratamento

Tratamento clínico apresenta bom resultado em 80-90% dos pacientes. Os exercícios são feitos pelo cuidador encostando a orelha oposta no ombro e o queixo no ombro ipsilateral, com a melhora fazer os exercícios em extensão. Fisioterapia 10 x 10 x 10 até 1 ano.Após um ano as medidas clínicas resultam em insucesso.
Cirurgia é indicada na falha do tratamento clínico entre 1-4 anos, nas deformidades faciais estabelecidas ou limitação > 30 ° de movimento. Melhor idade é entre um a quatro anos, é descrito um bom resultado, em relação à assimetria facial se feita até 12 anos (porém quando feita após 2,5 anos vai persistir algum grau de plagiocefalia). Estruturas que podem ser lesadas  nervo espinhal acessório (acima), veias jugulares (abaixo), vasos carotídeos(abaixo) e nervo facial (não fala freqüência nem quando são lesados).
Tipos de tratamento cirúrgico
Liberação unipolar 
Liberação bipolar  combinada a Z-plastia com liberação da inserção esternal mostrou 92%. Esteticamente melhor (mantém o V do pescoço)
Transecção do terço médio  mostrou 90% de bons resultados, mas perde o V do pescoço
Ressecção completa 


Pós-operatório

Pode variar com o protocolo utilizado desde simples exercícios a imobilização com gesso


Complicações

Lesão nervo espinhal acessório, veias jugulares, vasos carotídeos e nervo facial


Para baixar os arquivos de aulas e vídeos e ver as imagens explicativas, acesse os adicionais, clicando aqui.
Author: Dublê
Date: 24/2/2020, 10:41
Tipo do Texto: Deformidades congênitas
Category: Pediátrica
Veja os adicionais: 1 - Escreva um comentário
Views: 3726

Jump to:   


 

A página foi atualizada para www.TraumatologiaeOrtopedia.com.br => plataforma mais moderna, com mais interação. Todos os artigos e arquivos foram renovados. Os usuários agora podem:
- Atualizar os artigos;
- Promover seus consultórios;
- Criar grupos privados para sua residência ou liga de medicina;
- Treinar com questões e avaliar sua performance;
- E muito mais, confira, participe e contribua.
Espero que continuem curtindo, do autor: Ortopedista Especialista em Joelho Dr. Márcio Silveira

 

Mapa do Site    FAQ    Crie um site como este

Copyright © 2012 - 2020 TraumatologiaeOrtopedia.com | Desenvolvido em phpBB

Search: