Traumatologia e Ortopedia
Discussão de casos, questões e dúvidas em tratamentos, com dicas de prova para o TEOT.

 

 
Busca

 Fratura de patela 
Fratura de patela
. ...

I – GENERALIDADES :

=> A patela é o maior osso sesamóide do corpo cuja função é aumentar a ação de alavanca do tendão do quadríceps, auxiliar a nutição da articulação femoral e proteger os côndilos femorais de lesões. Os retináculos extensores mediais e laterais são compostos por fibras longitudinais do vasto medial e lateral que combinam-se com as fibras da fascia lata sobrepassando a patela e inserindo-se na tíbia superior. Estes retináculos (quando íntegros) permitem pouca ou nenhuma separação dos fragmentos fraturado da patela além de possibilitar a extensão ativa(importante determinar sua integridade na avaliação inicial)
=> Correspondem á 1% de todas as fraturas, mais comum em homens entre 20 á 50 anos
=> O mecanismo de lesão mais comum é a lesão direta(queda sobre o joelho ou acidente de automóvel). A lesão indireta ocorre quando a resistência patelar é superada pela tração musculotendínea(ato de tropeçar ou cair parcialmente) levando á um maior dano retinacular do que nas lesões diretas. Quadro clínico: dor + edema(hemartrose) + limitação da extensão( se houver lesão associada dos retináculos)
=> Rx em AP, Perfil, Axial.
=> Diagnóstico diferencial: patela bipartida, lesão tendinosa, luxação patelar

II – CLASSIFICAÇÃO

III – TRATAMENTO:

=> Conservador: fraturas não deslocadas ou com deslocamento de 01 á 02 mm associado á integridade dos retináculos. Utiliza-se um tubo gessado ou cast brace de joelho em extensão por 03 á 06 semanas seguido de uma bandagem elástica compressiva. A punção articular pode estar indicada em hemartrose acentuada Exercícios de sustentação de peso e elevação da perna em extensão é feito precocemente. Para as fraturas verticais ou marginais sem deslocamento não há necessidade de imobilização apenas redução nas atividades e exercícios de amplitude.


=> Cirúrgico: indicado em fraturas com deslocamento > 02 mm associado á perda da função do mecanismo extensor. Opta-se pela “cerclagem” com fixação por fio de Kirschner ou parafuso de compressão(04 mm). Este tipo de osteossíntese é uma fixação dinâmica pois transforma as forças de tensão em compressão durante a flexão do joelho. Observe que qualquer que seja o procedimento indicado é essencial que a lesão dos retináculos seja reconhecida e reparada antômicamente.

Nas fraturas cominutivas da patela inicialmente deve-se tentar a redução indireta com banda de tensão dupla. A patelectomia é indicada se a técnica anterior falhar. Inicialmente deve-se tentar a parcial isto é fazer a osteossíntese apenas com os fragmentos maiores ressecando os menores. Em cominuições no pólo distal resseca-se os fragmentos e sutura o tendão ou ligamento no fragmento remanescente(evita a báscula deste durante a flexão). O pós operatório nas fratura cominutivas é imobilização por 03 á 04 semanas (principalmente se houver reparo tendíneo) seguido de reabilitação


Apatelectomia total está indicada quando houver cominuição com desvio e sem fragmentos maiores que possam permitir alguma osteossíntese ou patelectomia parcial.
=> Complicações: perda da redução, limitação da flexão(principalmente se o período da imobilização for > 08 semanas), necrose avascular(aguarda a revascularização espontânea), pseudo artrose(raro), artrose femoro patelar(50% dos casos)


Para baixar os arquivos de aulas e vídeos e ver as imagens explicativas, acesse os adicionais, clicando aqui.
Autor: marcio
Data: 24/2/2020, 10:25
Tipo do Texto: Trauma
Categoria: Joelho
Veja os adicionais: 1 - Escreva um comentário
Vistos: 7240

Pule para:   


 

A página foi atualizada para www.TraumatologiaeOrtopedia.com.br => plataforma mais moderna, com mais interação. Todos os artigos e arquivos foram renovados. Os usuários agora podem:
- Atualizar os artigos;
- Promover seus consultórios;
- Criar grupos privados para sua residência ou liga de medicina;
- Treinar com questões e avaliar sua performance;
- E muito mais, confira, participe e contribua.
Espero que continuem curtindo, do autor: Ortopedista Especialista em Joelho Dr. Márcio Silveira

 

Mapa do Site    FAQ    Crie um site como este

Copyright © 2012 - 2020 TraumatologiaeOrtopedia.com | Desenvolvido em phpBB

Busca: