Traumatologia e Ortopedia
Discussão de casos, questões e dúvidas em tratamentos, com dicas de prova para o TEOT.

 

 
Search

 Tumor de células gigantes 
Tumor de células gigantes
TGC ...

Definição OMS: “Tumor agressivo, caracterizado por tecido vascularizado, constituído de células ovóides ou fusiformes, volumosas, e pela presença de numerosas células gigantes do tipo osteoclástico, que são uniformemente distribuídas por todo o tecido tumoral. Encontra-se relativamente pouco colágeno. Estão freqüentemente presentes áreas de alterações fibrohistiocíticas, especialmente em tumores maiores ou de longa duração.”
Incidência: não é muito freqüente.
Idade e Sexo: pouca prevalência do feminino (1,5 : 1). Acima de 15 anos, mais comum na terceira década. Raro abaixo dos 10 anos.
Local: Principalmente joelho. É epifisário e se extende para a metáfise. É raro, mas podem ocorrer localizações múltiplas.
Clínica: mais freqüente e primeiro sintoma é a dor de característica crescente. Associa-se o edema e tumefação local. Ocorre também a limitação de movimento da articulação adjacente. A fratura patológica é rara.
Radiologia: Lesão lítica, expansiva, radiolucente, excentricamente localizada na epífise. Em casos avançados pode ocupar toda a largura do osso (mais comumente no rádio distal). Há limite impreciso entre o tumor e o osso esponjoso vizinho. Borda esclerótica ausente assim como é rara a trabeculação óssea.
Anatomia Patológica:
Macroscopia: áreas de aspecto carnoso, mole de cinza a vermelho claro. Septos de delicado tecido conjuntivo. Cavidades císticas podem ocorrer em tumores mais avançados.
Microscopia: devem-se examinar áreas preservadas>>>>células gigantes multinucleadas que se distribuem uniformemente. Citoplasma basofílico e homogêneo. Poucas mitoses típicas. Estroma com pouco colágeno. Tumor muito vascularizado.
Patogênese: Histogênese ainda não foi esclarecida, mesmo padrão histoquímico de osteoclastos e condroclastos normais.
Parece Ter origem de célula mesenquimal não diferenciada ou células do tecido conjuntivo que sustenta a medula óssea, estas se juntariam e formariam a célula gigante multinucleada. Tanto que alguns autores chamam o TCG de “osteoclastoma”.
Classificação (Campanacci):
I – quiescente, intra –ósseo
II – ativo, periósteo intacto
III- agressivo, invade partes moles.
Tratamento: Ressecção >>>Tumor recidiva muito.
Radioterapia aumenta índice de recidiva.
Opções: Curetagem + enxerto
Ressecção (endoprótese após)
Amputação-lesões avançadas, com infecção e já recidivadas.
Curetagem + cimento – bons resultados (cimento queima o local).
Author: Dublê
Date: 4/11/2011, 19:14
Tipo do Texto: Adulto
Category: Tumor e osteometabólicas
Veja os adicionais: 2 - Escreva um comentário
Views: 2950

Jump to:   


 

A página foi atualizada para www.TraumatologiaeOrtopedia.com.br => plataforma mais moderna, com mais interação. Todos os artigos e arquivos foram renovados. Os usuários agora podem:
- Atualizar os artigos;
- Promover seus consultórios;
- Criar grupos privados para sua residência ou liga de medicina;
- Treinar com questões e avaliar sua performance;
- E muito mais, confira, participe e contribua.
Espero que continuem curtindo, do autor: Ortopedista Especialista em Joelho Dr. Márcio Silveira

 

Mapa do Site    FAQ    Crie um site como este

Copyright © 2012 - 2020 TraumatologiaeOrtopedia.com | Desenvolvido em phpBB

Search: