Traumatologia e Ortopedia
Discussão de casos, questões e dúvidas em tratamentos, com dicas de prova para o TEOT.

 

 
Search

 Instabilidade do carpo 
Instabilidade do carpo
. ...

Devido a toda arquitetura ligamentar do punho, o escafóide é responsável pela flexão volar do semilunar , portanto a lesão do ligamento escafossemilunar leva a flexão dorsal do semilunar; e quando há lesão do lunopiramidal o semilunar flete para volar.



ACHADOS RADIOGRÁFICOS

- Sinal de Terry Thomas- aumento do espaço escafo-semilunar maior que 3mm

-Sinal do anel cortical- posição fletida do escafóide no AP

- Diminuição da altura carpal (Youm=0,54 altura do carpo/lII MTC e Pires=1,46 a 1,67 altura carpo/capitato).

- ângulo capitato semilunar > 10 graus ( normal de 0 a 10 graus).

- Sinal do V Taleisnik- contorno da cortical volar do escafóide com a do radio distal tem a forma de “C” normalmente, quando há lesão, forma-se um “V”.

CLASSIFICAÇÃO
1- DISI= Dorsal intercalated segment instability, em que o ângulo escafo-semilunar é maior que 60 graus;

2- VISI= Volar intercalated segment instability, em que o ângulo escafo-semilunar é menor que 20 graus;

3- Translação ulnar= todo o carpo se luxa ulnarmente. O espaço entre estilóide radial e escafóide está aumentado.
4- Subluxação dorsal= todo o carpo luxado dorsalmente. Ocorre em consolidação viciosa do rádio.

QUADRO CLÏNICO
Dor, edema , sintomatologia leve, com ou sem presença de estalo. Nos casos crônicos, com mais de 3 semanas pode evoluir com SLAC, diminuindo força e ADM deste punho.
Teste de Watson= pressiona-se a tuberosidade de volar para dorsal e passando o desvio de ulnar para radial, o pólo proximal subluxa dorsalmente, provocando um clique doloroso.



TRATAMENTO
Até 3 semanas- Redução incruenta , fixação percutânea quando possível e, se necessário, sutura-se o ligamento escafo-lunar.
Mais de 3 semanas- Técnica de Blatt= Sutura-se o retalho da cápsula dorsal radial de +/- 1cm que passa na escarificaçào feita no escafóide com um pull-out na pele, mantendo o escafóide reduzido. Associado a isso fixa-se o semilunar, escafóide e piramidal com fios de K.
Artrodese STT ou triescafo também pode ser utilizada se não estiver sinais de artrose peri-escafoidea, e, nestes casos, indica-se artrodese dos quatro cantos ou carpectomia da fileira proximal, dependendo da localização da artrose. Nos casos de colapso carpal, a única indicação cirúrgica e a artrodese total do carpo com 10-20 graus de extensão.

Para baixar os arquivos de aulas e vídeos e ver as imagens explicativas, acesse os adicionais, clicando aqui.
Author: marcio
Date: 24/2/2020, 09:44
Tipo do Texto: Trauma
Category: Mão e microcirurgia
Veja os adicionais: 2 - Escreva um comentário
Views: 11499

Jump to:   


 

A página foi atualizada para www.TraumatologiaeOrtopedia.com.br => plataforma mais moderna, com mais interação. Todos os artigos e arquivos foram renovados. Os usuários agora podem:
- Atualizar os artigos;
- Promover seus consultórios;
- Criar grupos privados para sua residência ou liga de medicina;
- Treinar com questões e avaliar sua performance;
- E muito mais, confira, participe e contribua.
Espero que continuem curtindo, do autor: Ortopedista Especialista em Joelho Dr. Márcio Silveira

 

Mapa do Site    FAQ    Crie um site como este

Copyright © 2012 - 2020 TraumatologiaeOrtopedia.com | Desenvolvido em phpBB

Search: