Traumatologia e Ortopedia
Discussão de casos, questões e dúvidas em tratamentos, com dicas de prova para o TEOT.

 
[KB] DOENÇA DE LEGG-CALVÉ-PERTHES


Users browsing this topic: 0 Registered, 0 Hidden and 0 Guests
Registered Users: None


View previous topic Tell A FriendPrintable versionDownload TopicPrivate MessagesRefresh page View next topic
Message
Author
marcio
Administrador
Administrador

marcio is offline

[KB] DOENÇA DE LEGG-CALVÉ-PERTHES
Reply to topic Reply with quote
Go to the bottom
PostPosted: 16/4/2014, 18:53 Rate Post

Category: Pediátrica (6)
Article Type: Deformidades adquiridas

Article Name: DOENÇA DE LEGG-CALVÉ-PERTHES
Author: márcio
Description: .

Read Full Article
Back to top Personal Gallery of marcio
Author
marcio
Administrador
Administrador

marcio is offline

Re: [KB] DOENÇA DE LEGG-CALVÉ-PERTHES
Reply to topic Reply with quote
Go to the bottom
PostPosted: 16/4/2014, 18:54 Rate Post

Resumo para prova oral

Necrose asséptica do núcleo epifisário do fêmur proximal
Auto-limitada, etiologia desconhecida
Epidemiologia= 4 a 8 anos, sexo masculino, bilateral em 10%(em tempos diferentes), raça japonesa e esquimós, baixa condição sócio econômica, últimos partos de mães multíparas
Quadro clinico= dor insidiosa, atrofia muscular, limitação do movimento(principal abdução e rotação interna), trendelenburg positivo, alterações da marcha
Diagnostico diferencial= sinovite transitória, infecções, doenças reumáticas, doenças hematológicas
Estágios de Waldestrom
Inicial= aumento de partes moles, núcleo menor, alargamento do espaço articular medial, condensação
Fragmentação= radioluscencia, radio densidade(osso novo sobre osso necrótico e afilamento trabecular)
Reossificação e seqüela
Cintilografia= diagnostico precoce, diagnostico diferencial, precede os achados da radiografia
RNM= diagnostico precoce
Caterral I= envolvimento pequeno e parcial do segmento anterior da epífise; II= maior envolvimento do segmento antero-lateral com seqüestro central (50%); III=maior parte da epífise afetada com presença de cistos metafisarios(75%); IV= envolvimento de toda a epífise
Salter-Thompson= extensao de fratura subcondral; A= < 50%; B=>50%
Hering= avalia o pilar lateral; A= sem perda da altura; B= pilar > 50%; C= mais de 50% de perda da altura
Fatores prognósticos= diminuição da abdução, obesidade, idade, quantidade de necrose, congruência/centralização; deformidades cabeça femoral; fechamento precoce da placa; capacidade de remodelação; tipo de tratamento; idade de inicio do tratamento(os 2 últimos são questionáveis)
O fator prognostico mais importante é a deformidade residual da cabeça femoral
Stulberg= normal, congruência esférica , congruência não esférica, incongruente
Historia natural= 50% tem evolução benigna, 15% tem evolução ruim apesar do tratamento
Tratamento= prevenir deformidades,manter a cabeça esférica e contida
Quando tratar= perda do movimento,dor,, cabeça em risco(horizontalização da placa, subluxacao lateral, cistos metafisarios, sinal de Gage, ossificação lateral da epífise)
Tratamento cirúrgico= fases de necrose e fragmentação; osteotomia varizante, osteotomia de Salter, osteotomia em prateleira




SINOVITE TRANSITÓRIA AGUDA DO QUADRIL
I – GENERALIDADES:
=> Inflamação aguda no quadril não específica de etiologia desconhecida. Geralmente vem precedida por uma queda ou infecção de vias aéreas superiores. A maioria dos casos ocorre entre os 03 á 08 anos de idade com predomínio do sexo masculino.
=> É a causa mais comum de dor no quadril e claudicação não traumática na infância
=> O quadro clínico caracteriza-se por claudicação antálgica e dor no aspecto antero lateral da coxa( lembra a DLCP), com limitação álgica da articulação( especialmente a rotação interna e abdução). A dor no quadril é provocada pela distensão capsular pelo derrame inflamatório .
=> O diagnóstico é por exclusão devido ao curso natural da doença(vida curta pois normalmente desaparece em 02 semanas) e pelo USG. Exames laboratoriais serão realizados para afastar outras causas como sepse, artrite reumatóide, tuberculose, etc.
=> Diagnóstico diferencial: DLPC, artrite séptica, febre reumática, artrite reumatóide.
=> O trtamento é repouso + aines = restrição de atividades físicas. Observe que pode haver recidiva do quadro no mesmo quadril ou no contralateral (10%)




 !  Para baixar todos os arquivos e apresentações e visualizar todas as imagens, registre-se e entre, é rápido e grátis.


< Deixe uma observação pertinente clicando no botão resposta ou clique no botão agradecer caso o tópico tenha sido útil. >
Last edited by marcio on 7/8/2015, 22:33; edited 1 time in total
Back to top Personal Gallery of marcio
Display posts from previous:   
   Board Index
   -> Estudo, temas
View previous topic Tell A FriendPrintable versionDownload TopicPrivate MessagesRefresh page View next topic

Page 1 of 1  [ 2 Posts ]
 


Jump to:   

Similar Topics
Topic Forum Author Replies
No new posts Trauma na coluna, doença do motoneurô... discussão marcio 0
No new posts [KB] Doença de Kienbock temas marcio 1
No new posts [KB] Doença displásica do quadril temas marcio 1
No new posts [KB] Doença de Paget temas marcio 2
No new posts [KB] Doença de Blount temas marcio 1

 

A página foi atualizada para www.TraumatologiaeOrtopedia.com.br => plataforma mais moderna, com mais interação. Todos os artigos e arquivos foram renovados. Os usuários agora podem:
- Atualizar os artigos;
- Promover seus consultórios;
- Criar grupos privados para sua residência ou liga de medicina;
- Treinar com questões e avaliar sua performance;
- E muito mais, confira, participe e contribua.
Espero que continuem curtindo, do autor: Ortopedista Especialista em Joelho Dr. Márcio Silveira

 

Mapa do Site    FAQ    Crie um site como este

Copyright © 2012 - 2020 TraumatologiaeOrtopedia.com | Desenvolvido em phpBB

Search: