Traumatologia e Ortopedia

[KB] Marcha

Author:  marcio [ 23/8/2011, 22:58 ]
Post subject:  [KB] Marcha

Categoria: Área básica (1)
Tipo de Texto: Desvios rotacionais e marcha

Nome do Texto: Marcha
Autor: márcio
Descrição: normal

Leia o Texto Completo

Author:  Dublê [ 23/8/2011, 23:11 ]
Post subject:  Re: [KB] Marcha

 !  Para baixar os arquivos de resumos e apresentações e visualizar todas as imagens, registre-se e entre, é rápido e grátis.

  • Apresentações: marcha normal.ppt /DESENVOLVIMENTO POSTURAL na marcha.ppt
  • Resumo em pdf
  • Imagens explicativas: varo-valgo na infância / postura e marcha
  • Vídeos e artigos

< Deixe uma observação pertinente clicando no botão resposta ou clique no botão agradecer caso o tópico tenha sido útil. >

Author:  marcio [ 7/12/2012, 06:26 ]
Post subject:  Re: [KB] Marcha

Joelho na marcha e na corrida
- toque do calcâneo: joelho em extensão quase completa e começa a fletir progressivamente
- fase de apoio completo do pé: joelho extendido progressivamente e fletido novamente quando na fase de desprendimento do pé para compensar a extensão do tornozelo
- flexão aumenta na fase de balanço para evitar que o pé bata no chão
- fase final do balanço: extensão do joelho
- Estudos ENMG da marcha
- quadríceps: contração pouco antes do toque do calcâneo ipsilateral (últimos 10% do ciclo) e permanece contraído por 15% do ciclo após o toque do calcâneo
- desacelera a flexão do joelho
- Exercícios
- cadeia aberta: fêmur fixo e tíbia movendo-se ao redor dele
- cadeia fechada: tíbia fixa com fêmur movendo-se ao redor dela


Padrão normal do movimento cinemático do tornozelo

Consiste em 3 mata-borrões:

1) Começa na batida do calcanhar, com tornozelo em flexão plantar, para colocar o pé de forma plana no solo, via contração excêntrica do músculo tibial anterior.

2) O tornozelo está em dorsiflexão relativa conforme a tíbia e o corpo gradualmente se movem para frente, sobre o pé, por contração excêntrica do complexo gastrocnêmio-sóleo.

3) Tornozelo sofre flexão plantar, conforme os músculos gastrocnêmio e sóleo contraem concentricamente (responsável pela decolagem do pé, no fim da fase de apoio).

Na fase de balanço, o tornozelo sofre dorsiflexão, devido à contração do músculo tibial anterior, para permitir o levantamento do pé.

- Função na marcha do tibial posterior
- Fase de apoio
- Contato do calcâneo: absorve choque na subtalar, limita a eversão do retropé por contração excêntrica
- Fase de apoio médio: contração  inversão subtalar  bloqueio da talonavicular e calcâneo cuboídea  alavança rígida para propulsão do pé
- Equilibrio durante a fase de propulsão da marcha é obtida pelo balanço da atividade do tibial posterior e fibulares

Author:  silva [ 2/2/2014, 12:07 ]
Post subject:  Re: [KB] Marcha

Resumo para prova oral

Desvios Rotacionais e Angulares


Desenvolvimento Normal: Nascimento = 10-15° Varo, 18 meses = Neutro, 3 anos = 10-15° Valgo, 6-7 anos = +- 7° Valgo
Ângulo do Passo = Grau de Rotação do pé durante a marcha. Medido entre a direção da marcha e o pé. Normal = +- 10° RE
ÂNGULO COXA-PÉ: Normal +- 10° RE
Rotação dos Quadris: RI > RE, Normaliza -+15a, Tende a ser maior após 18 meses de vida
Marcha em rotação interna: 3 causas principais - Anteversão Femoral Persistente, Torção Tibial Interna, Metatarso Aduto
Radiografia se: Atenção para: Baixa Estatura para Idade, Envolvimento Assimétrico, Deformidade Angular Acentuada, HF +, Varo
Anteversão Femoral é a alteração amis comum na criança. Valor normal de 35º ao nascimento e decresce progressivamente, chegando a 15º aos 15 anos. Tratamento geralmente é de observação, mas se houver deformidade grave, pode ser feita osteotomia derrotatória do fêmur (anteversão > 50º com RE nula
Torção tibial Interna: Geralmente após os 5 anos, Padrão Familiar, Até 2-3 anos, normalmente está presente, torção tibial interna fisiológica, que vai diminuindo até um leve grau de TTE, Pode ser 2ª a AV Femoral, para compensar a marcha em rotação interna, EF = Patelas normais, pés em RE, Podem desenvolver dor e instabilidade femuropatelar na adolescência, Em geral, necessitam apenas observação, mais benigna para marcha que a TTI, Tto = Osteotomia derrotatória Distal se >40°
Pé MTT Aduto: Alteração postural + freqüente nos infantes, Causado pela posição intra uterina, Mais evidente entre 6-12 meses, Geralmente é flexível e tem bom prognóstico; Tratamento conservador: Gesso semanal com abdução forçada do I MTT; seguido por calçados com ponta invertida; Por vezes corrige-se espontaneamente
Geno Valgo: Indicações para Correção (Após 8 anos): Manutenção de valgo após 11 anos nas meninas e 12 anos nos meninos, DIM > 7,5 - 10 cm após os 10 anos de idade, Distúrbio na marcha; Mal alinhamento Patelar; Desconforto no joelho; Instabilidade ligamentar; Preocupação cosmética excessiva



Pq_fêmur_em_valgo?
Permite compensar a largura da pelve, mantendo a tíbia vertical em relação ao solo, com menor distância entre os tornozelos -> otimizar a marcha.


 

A página foi atualizada para www.TraumatologiaeOrtopedia.com.br => plataforma mais moderna, com mais interação. Todos os artigos e arquivos foram renovados. Os usuários agora podem:
- Atualizar os artigos;
- Promover seus consultórios;
- Criar grupos privados para sua residência ou liga de medicina;
- Treinar com questões e avaliar sua performance;
- E muito mais, confira, participe e contribua.
Espero que continuem curtindo, do autor: Ortopedista Especialista em Joelho Dr. Márcio Silveira

 

Mapa do Site    FAQ    Crie um site como este

Copyright © 2012 - 2020 TraumatologiaeOrtopedia.com | Desenvolvido em phpBB

: