Traumatologia e Ortopedia

[KB] Tendinites

Autor:  marcio [ 2/2/2014, 12:29 ]
Post subject:  [KB] Tendinites

Categoria: Área básica (1)
Article Type: Conceito básico

Article Name: Tendinites
Autor: silva
Description: Epicondilite, De Quervain

Read Full Article

Autor:  silva [ 2/2/2014, 12:32 ]
Post subject:  Re: [KB] Tendinites

 !  Para baixar todos os arquivos e apresentações e visualizar todas as imagens, registre-se e entre, é rápido e grátis.


< Deixe uma observação pertinente clicando no botão resposta ou clique no botão agradecer caso o tópico tenha sido útil. >




Resumo para prova oral

Epicondilite Lateral

O termo epicondilite descreve um padrão de dor nos epicôndilos medial ou lateral do cotovelo.Mais comum na 4ª década. Homem = Mulher. Lateral-Medial: 7:1
Alteração inflamatória é freqüente, mas predominam as alterações degenerativas
Na epicondilite lateral, o ERCC está sempre envolvido, enquanto o ERLC pode estar também lesionado
Fatores: Mecânicos: Repetição; Trabalhadores com intensa atividade do punho; Causas psicossociais (LER)
Alta taxa de fator reumatóide (31%) e HLA-B27 (38%)
Elementos necessários à EL: Hiperplasia fibroblástica, hiperplasia vascular, produção anormal de colágeno; Atividades repetidas dão origem ao tecido angiofibroblástico
Primeiro Estágio: Reação inflamatória, sem alteração patológica, com a cura do tendão; Segundo estágio: Alterações patológicas como tendinose ou alteração angiofibroblástica; Terceiro estágio: Tendinose com falha tendínea e degeneração intensa; Quarto estágio:Fibrose e calcificação (em geral resposta ao uso de corticóide)
Teste de Thomsem = Teste de Mill: dorsiflexão ativa contra-resistência com o cotovelo estendido;Teste de Cozen: Dorsiflexão do punho contra resistência com o cotovelo em 90º e o antebraço pronado; Teste da cadeira: Elevação de um objeto com o antebraço pronado e o punho em flexão palmar; Pode ocorrer dor à flexão resistida do 3º dedo (teste de Mauldsley), como na síndrome do NIP (simultânea em 5% dos pacientes)
Inicial:Conservador. Se não houver sucesso pós tratamento por 6-12 meses, está indicada a remoção dos tecidos anormais cirurgicamente, pela Cirurgia de Nirschl modificada


De Quervain

Def: Estenose do 1º compartimento extensor
Faixa etária : 30-50 a / 1M: 10F
Causa: Hiperatividade ou artrite reumatóide
Diag: Somente Finkelstein não é diagnóstico
Tto: Conservador com tala e corticóide nas primeiras 6 sem após início do quadro. Se quadro persistente : cirurgia
Cirurgia: abertura do compartimento e liberação dos tendões
Obs: podem existir tendões anômalos


 

A página foi atualizada para www.TraumatologiaeOrtopedia.com.br => plataforma mais moderna, com mais interação. Todos os artigos e arquivos foram renovados. Os usuários agora podem:
- Atualizar os artigos;
- Promover seus consultórios;
- Criar grupos privados para sua residência ou liga de medicina;
- Treinar com questões e avaliar sua performance;
- E muito mais, confira, participe e contribua.
Espero que continuem curtindo, do autor: Ortopedista Especialista em Joelho Dr. Márcio Silveira

 

Mapa do Site    FAQ    Crie um site como este

Copyright © 2012 - 2020 TraumatologiaeOrtopedia.com | Desenvolvido em phpBB

: